O sorriso gengival costuma trazer insatisfação com a aparência entre os adultos. Isso ocorre porque algumas pessoas ao sorrirem, acabam mostrando grande parte da gengiva e essa exposição excessiva acaba gerando um grande desconforto fazendo com que muitas pessoas deixem de sorrir ou escondam o seu sorriso.

Entre os tratamentos propostos para a  correção do sorriso gengival está a cirurgia chamada de gengivoplastia, que nada mais é que uma plástica na gengiva onde de forma cirúrgica ela é reduzida. Procedimento esse que é invasivo e que requer cuidado pós-operatório.

Mas, aos que sonham com um sorriso mais simétrico e que não desejam passar por uma cirurgia, eu lhes apresento a toxina botulínica conhecida popularmente como botox, um método simples, rápido e efetivo para a correção do sorriso gengival.

Porém, “Não basta apenas fazer a aplicação da toxina botulínica, é preciso elaborar um planejamento global da face para que o resultado final seja de fato eficaz”, lembra. A toxina botulínica tem como função bloquear a liberação de neurotransmissores do sistema nervoso, responsáveis pela contração muscular.

No local onde o botox é aplicado, o músculo não recebe o comando de contração e mantém-se relaxado, por isso é muito popular seu uso para fins estéticos com suavização de rugas e marcas de expressão. Com a utilização da toxina no intuito de reduzir o sorriso gengival, o músculo do elevado superior da boca fica distendido e reduz o espaço de gengiva que fica aparente ao sorrir.

O botox corrige o sorriso gengival de maneira simples, sem necessidade de intervenção cirúrgica, anestesia ou pós-operatório, além de deixar o paciente naturalmente mais harmônico e proporcional.

 

Dra. Isrraela Massena

Cirurgiã dentista – Formada
pela Universidade Veiga de Almeida – RJ

 Atuante em
harmonização estética funcional da face.

CRO – 40985 / RJ

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários