Bruno Saike, idealizador de campanha inédita, fala sobre a importância da união das pessoas em prol da doação de órgãos

 O que um simples passo pode significar para uma importante causa pela vida? Muito, se esse passo envolver o máximo de pessoas ao redor do mundo!

Na verdade, o projeto “JUNTOS: O AMANHÃ ATRAVÉS DE UM PASSO” convida as pessoas para que parem suas atividades às 12 horas no dia 1º de abril e deem um passo em direção à conscientização da doação de órgãos.

Dentro desse prisma, uma nova peça está sendo apresentada sob a forma de um “print”, traçando um paralelo entre a primeira pegada do homem na Lua, ocorrida em 1969, e a sugestão para que seja tomada uma decisão para onde a gente deseja que o nosso próximo passo nos leve em 2018.

“Que esse destino seja a doação de órgãos”, diz Gabriel Montenegro, jovem brasileiro transplantado e incentivador dessa iniciativa.

Assim como ele, milhares de pessoas esperam pela doação de órgãos não só no nosso País, mas em todo o planeta.

E se não for a própria sociedade a se unir diante dessa realidade, talvez não haja o êxito esperado para tantos que vivem agarrados na esperança de um amanhã.

A doação de órgãos como ação na Semana Santa

 “Esse pequeno gesto traça um paralelo com as comemorações mundiais da Páscoa, que significa o renascimento”, diz Bruno Saike.

O ativista está envolvido nessa questão desde 2014 e é o idealizador da campanha para a ABTO – Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos.

E completa. “Essa convocação tão importante visa reverter uma situação onde mais de 250 mil pessoas, segundo o Instituto Nacional Central Único Coordinador de Ablación e Implante, aguardam nas filas por um doador. É um movimento para chamar a atenção do mundo para terem a iniciativa de abraçar essa causa mais que nobre!”.

Para saber mais sobre a ação, acesse www.abto.org.br

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários