Brasil está no topo do ranking mundial de cirurgias plásticas

0
77

Escolha correta do profissional pode ser decisiva para obter um bom resultado, já que casos de erros médicos ainda causam preocupação.

O brasileiro se preocupa cada vez mais com a estética. É isso que mostram os dados divulgados pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética (ISAPS). De acordo com o levantamento, o país está na segunda posição do ranking mundial em realizações de procedimentos estéticos, ganhando de nomes como Japão e México. Além disso, ainda de acordo com a pesquisa, houve crescimento de 5% no total de cirurgias realizadas no último ano dentro do Brasil.

Para o cirurgião plástico Raiff Araújo, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), tais estatísticas apenas comprovam alguns fatores já observados dentro do consultório médico. “O brasileiro procura cada vez mais se sentir bonito e confiante. Principalmente, nos últimos anos, devido as facilidades e oportunidades de mercado, a população ganhou novas possibilidades de investir em procedimentos estéticos. Portanto, esse hábito deixou de ser um artigo de luxo destinado apenas a pessoas de renda alta”.

O especialista acrescenta que o crescimento também tem a ver com a busca pelo bem-estar físico e mental crescentes em território nacional. “As cirurgias plásticas não servem apenas para deixar o corpo mais bonito. Em muitos casos, o paciente tem a chance de corrigir problemas que realmente incomodam e afetam a saúde mental. Em outras situações, devido a algum problema físico, a intervenção cirúrgica é necessária”, completou Raiff.

Profissional correto

Porém, com o crescimento dos procedimentos, a preocupação aumenta na mesma proporção. “Facilitar o acesso para todos os públicos é importante e muito positivo. Mas, em contrapartida, os cuidados devem ser redobrados. É neste momento que surgem profissionais inexperientes, sem formação adequada que prometem grandes resultados, mas que podem colocar a vida do paciente em risco”, alertou o cirurgião plástico.

Portanto, Araújo destaca a importância de pesquisar o profissional e realizar todos as recomendações pré-operatórias com responsabilidade. “A melhor forma de ter certeza que o profissional está habilitado a exercer as funções prometidas é através da SBCP. Todos os cirurgiões capacitados possuem um registro. A pesquisa por esse número pode ser feita através do site oficial”, orientou o médico.

Para encontrar o registro de qualquer membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, acesse o site: http://www2.cirurgiaplastica.org.br/

FonteRaiff Araújo, médico cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) (www.raiffaraujo.com.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here