Imagem: DNotícias.pt

Apontada como epidemia mundial, doenças cardiovasculares matam mais que muitas enfermidades consideradas perigosas

 

As doenças cardiovasculares estão entre as enfermidades que mais matam no mundo, representando a principal causa de mortes no Brasil. Conforme a Associação Brasileira de Cardiologia, os problemas cardíacos causam o dobro de mortes que todos os tipos de câncer juntos, duas vezes mais que todas as causas externas (acidentes e violência), três vezes mais que as doenças  respiratórias e cerca de seis vezes mais que todas as infecções incluindo a AIDS.

Bráulio Molina , cardiologista do HVC (Hospital Vera Cruz) – referencia no tratamento de doenças cardíacas em Minas Gerais, explica que, normalmente, as causas estão diretamente ligadas ao estilo de vida. “O ataque cardiovascular acontece quando o acúmulo de placas de gorduras nas artérias, ao longo dos anos, obstrui a passagem do sangue, impedindo a chegada aos órgãos. A  adesão de uma alimentação saudável é essencial para a prevenção,” afirma o especialista.

O melhor caminho para reverter essa grave situação é a prevenção e o tratamento adequados. O cardiologista Bráulio Molina elaborou algumas dicas importantes para orientar as pessoas sobre as melhores práticas para garantir que o coração continue batendo de maneira saudável por mais tempo:

Consulta médica – Existe comprovação cientifica que as pessoas que passam por consultas médicas regularmente têm menos eventos cardiovasculares, infarto ou AVC. “O resultado é decorrente do fato que as visitas permitem descobrir o problema antes das doenças, o que chamamos de profilaxia primaria”, observa Molina.

Manter uma dieta saudável – O infarto no miocárdio é causado pelo acúmulo de gordura nas artérias, portanto as pessoas com uma dieta equilibrada, rica em frutas, verduras, hortaliças, reduzidas em gorduras saturadas e carboidratos, têm menor risco de sofrer um infarto ou AVC. Outra dica é investir no consumo de gorduras boascomo ômega 3, castanha do pará, óleo de coco e abacate,  alimentos com gorduras poliinsaturadas que protegem o organismo.

Não Fumar – Os cigarros contêm diversas substâncias que inflamam o endotélio, membrana que envolve a parte interna do vaso sanguíneo, e que rompe quando há um infarto. Essas substâncias inflamam e favorecem a obstrução, estimulando a formação de coágulo dentro do vaso sanguíneo.

Evitar o consumo excessivo de álcool – O álcool, assim como o cigarro, possui substâncias que estimulam um processo inflamatório nas paredes dos vasos sanguíneos. As pessoas que bebem mais têm mais riscos de sofrer infarto ou AVC. ”Isso também ocorre por um fator indireto, considerando que pessoas que bebem de maneira exagerada, têm mais propensão a desenvolver hipertensão, mais um fator que contribui para o infarto e AVC,” alerta o especialista.

Atividades físicas – A prática de atividades físicas regulares libera  uma substância conhecida como endorfina que, ao contrário das liberadas pelo cigarro e álcool, protege o endotélio e gera uma sensação de prazer. A atividade física melhora o condicionamento cardíaco e diminui as chances de ocorrência dos eventos cardiovasculares.

         Apesar de essas orientações serem à base para a prevenção contra os eventos cardiovasculares, o médico afirma que quem sofre com distúrbios de colesterol, hipertensos e diabéticos deve ficar atento e controlar essas doenças, considerando que são fatores de risco para o AVC e Infarto.

Outro ponto de observação deve ser o histórico familiar de pessoas que já sofreram AVC ou infarto e a faixa etária. É comprovado por questões estatísticas que pessoas mais idosas têm mais chances de sofrer um AVC, porque já apresentam rigidez nos vasos, formação de cálcio nos vasos e  processo de envelhecimento o endotélio.

         Apesar de ser uma situação alarmante, é possível reverter os índices de doenças cárdicas, sendo necessária à conscientização sobre os riscos de uma rotina sedentária e a importância da prevenção.

Estamos à disposição.

Abraços!

Ana Carolina de Freitas

Zoom Comunicação

[email protected]  

( +55 (31) 2511-3111 e 99898-6970
Rua São Paulo, 1665 – cj. 405

Lourdes • Belo Horizonte/MG • CEP 31170-132

www.zoomcomunicacao.com.br

www.facebook.com/zoomcomunicacao

Leave a Reply

Your email address will not be published.

comentários