Rede Globo usa o Santuário do Caraça e Catas Altas como locações para a série Se Eu Fechar os Olhos Agora

0
370

Suspense do jornalista e escritor Edney Silvestre, gravado em terras mineiras, traz no elenco Antônio Fagundes, Débora Falabella, Mariana Ximenes e Murilo Benício; estreia acontece no dia 15 de abril 

Conhecido pela sua riqueza histórica, cultural e ambiental, o Santuário do Caraça, juntamente com a cidade de Catas Altas, foi escolhido como local de gravação de algumas cenas da série Se Eu Fechar os Olhos Agora, do jornalista e escritor Edney Silvestre. A produção, que será exibida pela Rede Globo, com estreia no dia 15 de abril, fez registros na prainha do rio, no adro da igreja e noutros ambientes do Caraça.

A história se passa no início dos anos de 1960, na fictícia cidade de São Miguel (Catas Altas) e começa mostrando dois garotos, Paulo (João Gabriel D’Aleluia) e Eduardo (Xande Valois), encontrando, na beira do rio, o corpo da jovem Anita (Thainá Duarte). A partir daí, um emaranhado de acontecimentos se desenrola, descortinando um jogo de interesses de uma sociedade que vive de aparências, é reprimida e repressora. Conforme os meninos vão investigando o caso, acabam envolvidos em um jogo político e social. No elenco, nomes conhecidos da teledramaturgia, como Antônio Fagundes, Mariana Ximenes, Débora Falabella, Murilo Benício e, claro, os dois atores mirins. De acordo com o jornalista e escritorEdney Silvestre, o envolvimento dos atores foi incrível.

“Fiquei encantado, começando pelos dois meninos, que são ótimos, João Gabriel e Xande. E tem ainda a escolha de Antônio Fagundes, que foi um presentão. Há um monólogo dele, quando o personagem se lembra da tortura sofrida por sua mulher pela polícia, que é comovente. É a dor de um homem que viu sua amada ser humilhada na sua frente. Uma cena digna de Fagundes”. O jornalista e escritor lembra também que o grande feeling da trama está nos assassinatos. “A minissérie consegue enfatizar detalhes do livro que vale a pena ver”, disse o autor, que ficou surpreso por a produção ter encontrado uma cidade que passasse o clima real do que ele imaginou na história. “Encontraram Catas Altas, em Minas, que estava pronta para se transformar em São Miguel. É linda”, concluiu.

Santuário do Caraça

O Santuário do Caraça é uma das sete maravilhas da Estrada Real e possui mais de 12 mil hectares de Mata Atlântica, Campos Rupestres e Cerrado, com trilhas para os atrativos naturais, históricos e religiosos. Repleto de cultura e antiguidades históricas, o Centro Histórico do Santuário do Caraça possui diversos atrativos, como a igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, que tem celebrações diárias de missas e onde se vê o primeiro órgão de tubos fabricado no Brasil, uma extraordinária Santa Ceia, pintada pelo Mestre Ataíde, e belíssimos vitrais franceses, o maior dos quais foi presente do próprio Dom Pedro II. Dentro das ruínas do colégio, que foi tomado pelo fogo em 1968, ficam o museu, no térreo, a biblioteca, no segundo andar, e, no terceiro, o auditório para conferências. Outro ponto de visitação são as catacumbas, onde estão sepultados Padres e Irmãos que atuaram no Santuário, desde 1774.

Serviço

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 – Entre Catas Altas e Barão de Cocais

Site oficial: www.santuariodocaraca.com.br

Instagram: @santuariodocaraca

Facebook: www.facebook.com/complexosantuariocaraca/

Reservas: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui