O que os pés podem dizer sobre a sua saúde circulatória?

0
87

Sintomas vasculares podem ter consequências nos pés; saiba como identificar sinais de alerta

Já parou para pensar sobre a influência que seus pés podem ter sobre o seu organismo? Além de sustentar todo o peso do corpo e ser responsável pela locomoção, os pés são fundamentais para diversos aspectos da saúde, principalmente quando se trata do sistema circulatório. Afinal, eles podem ser a principal fonte de alerta quando algo está em desequilíbrio nesse aspecto.

Segundo Guilherme Jonas, angiologista e cirurgião vascular, observar os pés diariamente pode ser um ótimo aliado para a saúde. “Às vezes, essa é uma parte do corpo que esquecemos completamente. É comum ligar para ele quando se trata de um fator estético, mas é importante saber que esse local é um dos pilares da saúde física. Afinal, ele pode indicar não só doenças preexistentes, como sinais de algum problema que pode vir a existir”, ressalta.

Guilherme cita que por meio dos pés é possível identificar sintomas de doenças como hipertensão arterial, Acidente Vascular Cerebral (AVC), infarto, trombose, dentre outras. “O que acontece é que qualquer obstrução sanguínea, como coágulos, geram consequências, na maioria das vezes, para os pés. Por isso, ao observá-los nessas circunstâncias, é comum identificar tais alterações”, diz.

O que ficar de olho

Entre tais alterações, elas podem surgir de forma significativa ou sutil. Porém, observá-las constantemente é necessário. “Muitas vezes, elas podem surgir devido a fatores externos, como passar o dia em pé, andar muito e etc. Porém, se os sintomas permanecem por mais tempo, é necessário buscar um médico com prioridade”, alerta.

Para identificar essas alterações, observe:

– Pés inchados;

– Dificuldade para calçar seus sapatos;

– Dores localizadas ou por toda a extensão dos pés;

– Coloração diferente;

– Sensação térmica fria ou quente em excesso;

– Queimação ou formigamento na região.

O especialista aconselha que ao sentir qualquer um desses sintomas, busque um médico para avaliação.

Fonte: Guilherme Jonas, médico angiologista e cirurgião vascular, especialista em cirurgia vascular pela SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular). CRMMG 44020, RQE 28561, 37143. Diretor técnico da clínica Angiomais em Belo Horizonte MG.

Artigo anteriorOutubro: mês de combate a obesidade alerta para os riscos do sobrepeso
Próximo artigoPIX: O que você precisa saber?
[ Jornalista e Editor do Brasil Agora - em BH/MG] ______________________________________________________________________________________________ Jornalista (FESBH), Publicitário (Instituto P.E.D), Relações Publicas (U.Bircham), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo (F.Polis das Artes) e Economista (USIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH/FACSAL). Apaixonado por música, colabora com rádios e portais falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. "Minha paixão pela música me faz quase um pesquisador. Um amor que vem da adolescência" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui