Cuidados com a pele no verão

RossHelen/Thinkstock/Getty Images.

Com os devidos cuidados durante a exposição (antes das 10h e após as 16h, uso de filtro solar e barreiras físicas de proteção, como bonés e chapéus), o sol é um aliado da saúde. Graças a essa estrela é possível absorver a vitamina D que, embora seja chamada desta forma, possui inúmeras funções no organismo além das nutricionais e estruturais, conforme explica a coordenadora do curso de Biomedicina da Estácio Belo Horizonte, Tatiana Casarino Cordeiro:

“Hoje, consideramos a vitamina D um hormônio que atua na saúde óssea, no crescimento, imunidade, musculatura, metabolismo e em vários órgãos e sistemas, como o cardiovascular e o sistema nervoso central. Os precursores da vitamina D são produzidos pelo nosso corpo e com a exposição solar, a pele faz a transformação da pró-vitamina D3 em pré-vitamina D3 e posteriormente em vitamina D3. A vitamina D e seus metabólitos têm sido envolvidos em muitos outros processos dentro do corpo, tais como:  metabolismo do colágeno; regulação do magnésio; liberação de insulina pelo pâncreas e da prolactina pela hipófise; associação com doenças autoimunes (diabetes melito tipo 1, esclerose múltipla, doença inflamatória intestinal, lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide); associação com alguns tumores (carcinoma de mama, melanoma, alguns tipos de leucemias, carcinoma de próstata e de intestino); associação com hipertensão arterial sistêmica e obesidade”, esclarece.

A atual estação é propícia para frequentar praias, cachoeiras e clubes, e a coordenadora do curso de Biomedicina da Estácio Belo Horizonte separou algumas dicas. “Dois dias antes de se expor ao sol, faça uma leve esfoliação no corpo para remover as células mortas e deixar a pele uniforme e preparada para um bronzeado. Quando for à piscina, cachoeira ou praia, aplique um filtro solar com alto fator de proteção UVA e UVB no corpo e rosto e reaplique a cada duas horas ou sempre que se molhar”, orienta.

Já para o rosto, Tatiana Casarino Cordeiro aconselha a optar pelo filtro solar com cor mais adequado ao tipo de pele, e na sequência aplicar um bom protetor solar em pó compacto. “Hoje é possível encontrar produtos para todos os tipos de pele, normal a oleosa e sensível, e nas mais diversas versões, em gel, creme, fluido, com cor, em pó e efeito mate. E não deixe de usar um batom com fator de proteção solar, hoje temos diversas opções, inclusive sem cor. Caso não use chapéu ou boné, não deixe de usar um protetor solar spray na cabeça. Se desejar ainda mais proteção, complemente com o uso de fotoproteção oral”, descreve.

A biomédica lembra que o tempo quente e seco da estação também exige uma hidratação corporal e facial para revigorar e recuperar o equilíbrio da pele. “A água é nossa primeira aliada, por isso abuse da água mineral e ou água de coco. Durante o banho, opte por uma água mais fria e aplique depois um hidratante corporal. Lembre-se que para cada tipo de pele há uma indicação. O cuidado deve ser redobrado com bebês e crianças, que devem usar protetor solar infantil e hidratante sob indicação de um profissional especializado. Com a análise da pele, será possível indicar ótimos produtos”, informa.