AREBELDIA promove continuidade do projeto: “Ciclo de Oficinas e Atividades”

0
1663

Foto: www.arebeldia.org.br

Associação se reinventa e oferecerá programação cultural online para a população nos próximos três meses

Entre os dias 8 de junho e 8 de setembro, a Associação AREBELDIA CULTURAL, fundada há 11 anos pelo rapper e ativista Flávio Renegado e pela produtora cultural Danusa Carvalho, promoverá o “Ciclo de Oficinas e Atividades Arebeldia”. O projeto contará com uma programação 100% online e oferecerá ao público vídeo-aulas de capacitação gratuitas; transmissões de apresentações culturais; e painéis de debates ao vivo. A iniciativa será dedicada à jovens em formação e interessados em geral e tratará de temas como empreendedorismo cultural, gastronomia, debates de temas sociais, música e artes, entre outros.

Diariamente, os canais virtuais da Associação Arebeldia (no Instagram @arebeldia e Facebook.com/arebeldia) e da Produtora Casulo Cultura (Instagram @casulo.cultura e Youtube.com/casulo.cultura) contarão com uma ampla programação, com vários eixos.

A ideia é contribuir com a sociedade, levando informação e cultura às pessoas por acesso digital. Serão 90 dias de programação intensa possibilitando um convívio diário com assuntos diversificados.

Confira sobre a programação do Ciclo abaixo. Os dias e horários das atividades podem sofrer mudanças de última hora. A confirmação de datas e horários pode ser vista pelas redes sociais da Arebeldia.

Painéis – Empreendedorismo Cultural

A programação do Ciclo de Oficinas ARebeldia tem início com um painel de debates ao vivo no próximo dia 8, que contará com edições semanais até o dia 3 de agosto. Toda segunda-feira, a associação fará uma live com grandes representantes do mercado mineiro e nacional para debater diferentes temáticas culturais e socioculturais. O objetivo é refletir e encontrar alternativas e novos caminhos para questões importantes que permeiam assuntos como o papel da mulher na cultura; as redes sociais em tempos de pandemia; direitos autorais e intelectuais; juventude negra brasileira; dentre outros.

Quem faz as honras da estreia da primeira atividade do projeto é a idealizadora do Ciclo de Oficinas Arebeldia, Danusa Carvalho. Ela receberá o Secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, para conversar sobre o tema “Cenário atual da cultura em Minas Gerais e suas tendências”. O encontro virtual contará também com a participação das produtoras culturais Tatyana Rubim, Raquel Halack, e Iara Silva, presidente do Pontos de Cultura do Estado. O encontro virtual será transmitido pela plataforma Google Meet e o link será disponibilizado nas redes sociais da @Arebeldia.

Programação: Semanal, toda segunda-feira

Horário: 11 horas

Oficina de Percussão

A programação também contará com um importante eixo musical. O projeto traz para o público vídeo-aulas semanais, ministrada pelo músico percussionista, Robson Batata, morador do Alto Vera Cruz. Ao longo de oito encontros, ele ensinará os conceitos básicos e a fundamentação para tocar Tantan, Surdo, Cuica, Caixa, Repinique e Repique de Anel. “A ideia é mostrar de uma forma fácil e prática como aprender cada um desses instrumentos e qual é a sua tocada certa”, afirma ele.

De acordo com o professor, que é autodidata, esses instrumentos foram escolhidos, pois são os mais presentes dentro do samba e por estarem despertando maior interesse por parte dos seus alunos, principalmente nos últimos anos. “Um dos principais objetivos dos interessados tem sido aprender a tocar ou aperfeiçoar o que já sabem dentro da música para sair em blocos de carnaval em BH. Muitos começam a querer criar seus bloquinhos ou até participar de escolas de samba. E para isso seguimos todo um processo musical para eles progredirem na música cada vez mais. Nesse contexto, as aulas online serão úteis para reaquecer o interesse e as habilidades musicais dos alunos nessa quarentena”, destaca Batata.

Programação: A partir do dia 9

Semanalmente, às quintas-feiras

Horário: 19h

Atrações culturais

Dentro de suas atividades culturais online, a associação trará também atrações musicais, apresentações circenses, teatro adulto e infantil. No dia 11, o público poderá conferir a transmissão do show grupo Samba da Vera, formado por vários moradores de comunidades de BH. O som ficará por conta da intérprete Manu Dias e da banda composta por artistas de destaque como Robson Batata (percussão), Tulio do Pandeiro (percussão), Farley (percussão), Peterson (percussão), Andinho Santo (violão), Rudney (cavaquinho) e Aloísio Horta (baixo). Nesse dia, os músicos farão uma homenagem aos baluartes do samba que nos deixaram nos últimos tempos.

Já no dia 25, será a vez de dar boas-vindas às festividades de São João. Nesse show, a banda homenageará de um jeito diferente às tradições do forró e de Minas, com músicas e convidados especiais.

As apresentações de teatro e circo serão divulgadas nas próximas semanas.

Programação: A partir de 11 de junho

Quinzenalmente, às 21 horas

Oficina de Costura Criativa

Desenvolver o potencial e fomentar o empoderamento da população mais vulnerável e desassistida, especialmente das mulheres. Esse é um dos objetivos da oficina, em formato vídeo-aula, que será guiada pela artista visual e estilista Juliana Porfírio, do Ateliê de Costura Criativa. Ao todo, serão oito encontros virtuais em que alunos aprenderão técnicas de corte de tecido, decalque de modelagem, tingimento, bordado, costura, customização, acabamento e outros aspectos relacionados à confecção e comercialização de produtos.

Segundo Juliana, as aulas foram desenvolvidas a partir de protótipos e contarão com técnicas para que as alunas aprendam de forma prática e lúdica. “Começo mostrando o produto que será desenvolvido durante a aula e, a partir daí, realizo o passo a passo no vídeo, apresentando as técnicas e materiais utilizados em cada etapa: da escolha do tecido até a peça pronta. Ao longo do processo, abro janelas para outras possibilidades de realizar o mesmo trabalho”.

A artista visual acrescenta ainda que a oficina tem por princípio apresentar soluções acessíveis aos alunos para que eles possam criar produtos de forma criativa. Eles serão estimulados, por exemplo, a utilizarem retalhos ou roupas velhas, tingimentos naturais com chás e temperos, entre outros recursos “caseiros”, sempre visando conferir exclusividade à sua criação. Os encontros virtuais dessa oficina irão ao ar, a partir do dia 10 de junho.

Programação: A partir do dia 10

Semanalmente, às sextas-feiras

Horário: 15h

Dança

Para os amantes de dança, a Arebeldia preparou uma atividade especial para quem quer se divertir sem sair de casa. Nas próximas quatro semanas, o público poderá conferir uma série de batalhas de breaking e torcer pelo seu participante favorito. É que a associação Arebeldia promoverá o concurso “Breaking em Casa”, com oito jovens competidores – de BH, Ibirité e Mariana –, e transmitirá as disputas em seus canais digitais, às quintas-feiras. Durante quatro semanas, o público poderá conhecer o perfil de cada dançarino, a trajetória deles dentro da dança e como estão se virando nesta quarentena. Os desafios entre eles serão no formato mata-mata e contarão com a discotecagem do DJ Cost.

Os participantes mostrarão suas técnicas e habilidades e serão avaliados por três jurados que são referência no cenário do breaking: Cabaneco, AfroKong e Índio. A final do concurso será entre os dois melhores competidores e a decisão do vencedor contará com votação online.

Segundo Fred Paco, produtor do selo Acme e um dos organizadores do concurso, fazer um evento como esse é uma forma de reconectar o público do hip hop a uma parte importante da cultura que ficou distante das pessoas nessa época de quarentena. “Antes, os fãs iam às batalhas no viaduto do Santa Teresa ou em outros espaços. Nos últimos meses, essas atividades tiveram que parar por uma questão de saúde pública. Desenvolvemos esse novo formato de competição, cercados de toda a segurança possível, para retomar e agitar um pouco a nossa cena cultural. Afinal, ela está querendo voltar à vida”, afirma.

Sem deixar a peteca cair, a programação continuará com vídeo-aulas de passinhos para os interessados em desenvolver suas habilidades na dança.

Programação: A partir do dia 18

Semanalmente, às quintas-feiras

Horário: 20 horas

Artes Visuais e Design

Com a popularidade das redes sociais, a utilização e tratamento de imagens é parte do cotidiano da maioria dos artistas, produtores e agentes da indústria criativa. Para ganhar mais autonomia e divulgar o seu trabalho com qualidade nas plataformas online, ter conhecimentos básicos de design e webdesign é um diferencial e uma importante ferramenta para a produção artística.

Tendo isso em vista, o Ciclo de Oficinas ARebeldia incluiu em sua programação vídeo-aulas para apresentar ferramentas gratuitas online que permitam a criação de artes visuais diversas, que possam ser utilizadas como meios de divulgação de produções artísticas. A aulas serão ministradas pelo designer Marcelo Santiago e abordarão assuntos como: o uso de obras licenciadas em CreativeCommons, bibliotecas de museus com obras em domínio público e colagens. “Em uma segunda parte do curso, serão apresentados meios para publicação dos trabalhos online para que os artistas não fiquem reféns somente das redes sociais”, afirma.

Segundo Marcelo, a oficina foi toda desenvolvida para oferecer apoio e informações importantes para artistas, produtores culturais e demais pessoas que utilizem peças gráficas para divulgar seus trabalhos e/ou que se interessem por artes visuais.

Programação: A partir do dia 12

Semanalmente, às sextas-feiras

Horário: 15h

Gravando em Casa

Tem gente que tem a música nas veias e na alma. Gosta de cantar, sabe tocar, mas sente falta de melhorar algum ponto no processo de gravação de sua música. A oficina Gravando em Casa será ministrada por vários artistas (cada um num dia diferente) e trará aulas online gratuitas com importantes temas dentro do universo musical para ajudar os artistas iniciantes e semiprofissionais a melhorarem o seu som.

Programação: a partir de julho.

Associação Arebeldia Cultural

A Associação Arebeldia Cultural está ampliando seu campo de atuação, como explica Danusa Carvalho: “Demorou um pouco para a gente se estruturar, fazer uma reforma, criar laços e parcerias, entender o corpo e as diretrizes de uma organização social. A necessidade que os territórios periféricos têm de promover trocas e intercâmbios de vivências em cultura, arte, empreendedorismo e empoderamento se tornou urgente”.

Conhecida como uma das mais expressivas comunidades de toda a região metropolitana de Belo Horizonte, o Alto Vera Cruz é terreno fértil para diversas manifestações culturais, e artistas renomados vieram de suas ladeiras, como Flávio Renegado, Negro F, e Meninas de Sinhá. Visando todo o potencial, o festival pretende fomentar ainda mais esse número e lançar novos talentos para o mundo.

HISTÓRIA E PROJETOS – Ao longo dos últimos seis anos, a ONG realizou três edições do Festival Somos todos Black (@somostodosblack), além de incentivar, desde 2017, o grupo Samba da Vera, com músicos da região. Arebeldia também desenvolveu no ano passado três apresentações da série Concertos na Favela, projeto inédito na cidade, e é parceira do Circuito Gastronômico de Favelas (@circiutogastronomicodefavelas) na área de capacitação dos cozinheiros periféricos de Belo Horizonte (uma edição do Circuito foi realizada em 2018 no do Rio de Janeiro).

A associação vem realizando projetos como 1º Festival de Literatura Marginal (FELIM) com poetas das periferias do Brasil. Outra iniciativa bem-sucedida é o Festival de Inverno de Vilas e Favelas (@festivalliteraturamarginal), com três edições já realizadas, totalmente gratuitas com oficinas, vivências, palestra, apresentações artísticas e cinema. No último trimestre de 2019, a ONG realizou o projeto-piloto Favela Hacklab em parceria com o coletivo Gambiologia (@gambiologia.oficial), ofertando oficinas de tecnologia aos jovens ao Alto Vera Cruz. A atividade foi encerrada com a exposição Hacklab, que marcou a inauguração da nova sede da Arebeldia Cultural na comunidade.

OUTROS PROJETOS EM ATIVIDADE

4ª EDIÇÃO FESTIVAL DE INVERNO DE VILAS E FAVELAS – Em julho, a associação realizará o evento, também no formato virtual.

FAVELA HACKLAB – É um projeto-piloto, da Associação Arebeldia, que nasceu para ser um laboratório de soluções criativas para a vida da comunidade por meio da arte e dos saberes locais e com o uso de tecnologias analógicas e digitais. Grupos de jovens participam de encontros teóricos e práticos com temas sobre sustentabilidade, inovação cidadã, cultura maker e empreendedorismo. Um dos objetivos é que o projeto deixe um legado material e intelectual para a ONG e para a comunidade do Alto Vera Cruz. Quem está à frente da iniciativa é o artista Fred Paulino, que atua como designer, curador e pesquisador, com foco nas relações entre arte, tecnologia, política e cultura popular.

JUDÔ – Em parceria com a Tatami, uma das academias mais tradicionais de Minas Gerais, ARebeldia oferece aulas de judô para crianças e jovens por meio do projeto Geração Tatami (@geracaotatami), que já atende 13 pontos na capital e região metropolitana. As aulas são baseadas nos princípios do Bushido, código de conduta e modo de vida orientado por sete virtudes (Justiça / Coragem / Compaixão / Cortesia / Sinceridade/ Honra / Lealdade).

CAPOEIRA – Outra novidade deste ano são as aulas de capoeira, todas terças e quintas, em parceria com a Associação Cultural Companhia Pernas pro Ar (CPPA) (@ciapernasproar). Fundada em 24 de março de 2000, o grupo tem como filosofia de trabalho a formação de valores humanos e éticos baseados no respeito, na socialização e na liberdade, utilizando a capoeira como um poderoso meio artístico, cultural e pedagógico para a disseminação e a valorização da cultura afro-brasileira.

SERVIÇO

CICLO DE OFICINAS AREBELDIA

De 8 de junho a 8 de setembro

Rede Sociais:

Associação Arebeldia: Instagram @arebeldia e Facebook.com/arebeldia

Produtora Casulo Cultura: Instagram @casulo.cultura e Youtube.com/casulo.cultura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui