Folia em BH: Cerca de 5 milhões de pessoas são esperadas no Carnaval da cidade

0
355

Patrocínio aumentou de R$ 9 milhões para R$ 12, 8 milhões; Ambulantes cresceram de 9,6 mil para 13 mil

Matéria: Felipe de Jesus
@felipe_jesusjornalista
– Fotos: Daniel Stone
@daniel_mm2

Que o Carnaval de Belo Horizonte tem se tornado um dos melhores do país não é mais uma novidade para ninguém. Mas que ele poderá atrair o maior número de pessoas para a cidade, aí sim é uma novidade que deve ser espalhada para os quatro cantos do Brasil. Prova disso é que a cidade mineira espera receber um público de 4,6 milhões de pessoas, ou seja, um número 20% maior que o registrado em 2018 durante os 23 dias de programação da festa Momesca, já que a folia começa no próximo sábado, dia 16 de fevereiro, e ultrapassa a quarta-feira de Cinzas, terminando somente no domingo, dia 10 de março.

 

No entanto, não foi apenas o número de foliões que aumentou de perspectiva, mas também o número de blocos que passou de 420 para 515 (uma média de quase 100 blocos a mais). Além disso, o patrocínio também aumentou de R$ 9 milhões para R$ 12, 8 milhões e os ambulantes passaram de 9,6 mil para 13 mil. Durante “Coletiva de Imprensa” realizada na Prefeitura de Belo Horizonte, o prefeito Alexandre Kalil (PHS) disse que o Carnaval 2019 será bem maior. Além disso, ele não escondeu que tem muito orgulho da festa da cidade e mesmo com tanta empolgacão, ele não se esqueceu das situações que vem acontecendo em Minas Gerais.

“O Carnaval será maior e ao mesmo tempo triste por causa de tudo que vem acontecendo. No entanto, a vida tem que seguir seu fluxo, tem que continuar. Quem vem para BH sabe que aqui é um Carnaval com alegria, bem planejado, com segurança e outros. Tenho muito orgulho do Carnaval de BH e espero que as pessoas aproveitem bastante a festa”, comomentou o prefeito.

Presente também na Coletiva, o diretor-presidente interino da Belotur, Gilberto Castro , comentou que o grande diferencial da folia na capital mineira é a integração dos mais de 40 órgãos envolvidos na festa momesca. “Sejam municipais, estaduais, federais e privados – e de todas as áreas como segurança, limpeza e trânsito, a cada ano, aprimoramos essa união de forças. Todos os órgãos e instituições envolvidas não medem esforços para fazer um evento grandioso e acima de tudo completo para a população”

Horário

O diretor da Belotur destacou também a preocupação com quem não curte a festa de Momo. “Esse ano, os blocos devem encerrar sua programação no máximo até às 22h enquanto que os palcos oficiais da PBH só podem funcionar até as 23h. Em 2018, o horário se estendeu até às 1h”, complementou Gilberto Castro.

De olho

A Defesa Civil de Belo Horizonte também vem trabalhando para levantar os diversos riscos que podem estar nas rotas dos blocos de rua e repassar as informações para as regionais responsáveis. Durante todo o período oficial do Carnaval o órgão fará um monitoramento 24h por dia. Os foliões podem ter acesso às informações sobre clima e tempo pelas redes sociais: Facebook, Twitter e Instagram e canal público do Telegram pelo endereço: defesacivilbh.

Banheiros químicos

Uma evolução na infraestrutura do Carnaval deste ano está no aumento de banheiros químicos espalhados pela cidade. Serão 6,2 mil banheiros fixos distribuídos em 55 pontos, entre os dias 1º e 5 de março. Além disso, outros 3,6 mil banheiros móveis e 250 cabines PNE (para portadores de necessidades especiais, entre fixas e móveis) também darão suporte aos foliões.

Programação oficial

A programação oficial do pré-carnaval de Belo Horizonte já está disponível no hotsite “Carnaval de Belo Horizonte” e, em breve, estará também no aplicativo ‘Belo Horizonte Surpreendente’. A partir desta data, as informações sobre blocos de rua serão atualizadas diariamente.

Pelo site: http://www.carnavaldebelohorizonte.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui