Cabelos coloridos: mais que uma cor, sinônimo de libertação

0
238

Influenciadora dá dicas para embarcar nesse estilo, deixar o preconceito de lado e curtir as cores em diversos tipos de ocasião

Os cabelos coloridos é uma moda que faz muito sucesso entre os jovens com estilo mais despojado. Porém, para pessoas de outras idades ou que precisam transparecer um visual mais formal, as cores vibrantes nos cabelos ainda causam certo estranhamento e muito preconceito. Porém, sabia que esse é um estilo que pode ser valorizado em qualquer pessoa?

Segundo Thaix Alves, influenciadora e adepta dos cabelos coloridos, basta se identificar e gostar do estilo para usar ele da forma que achar melhor. “Muita gente deixa de usar as cores por acharem que vão ser mal interpretadas ou consideradas inadequadas para uma carreira profissional ou para fazer qualquer outro tipo de atividade que considerem fora desse padrão. Porém, a maneira como você se sente ao olhar para si mesma é o mais importante”, declara.

É muito comum, por exemplo, preconceito no mercado de trabalho em relação aos cabelos coloridos. Thaix relata que ainda existe um longo caminho a percorrer para conscientizar a população sobre o assunto. “Os cabelos coloridos não possuem nenhuma definição sobre como você faz seu trabalho. Ele é apenas um traço do seu estilo, dos seus gostos pessoais, então isso jamais deveria refletir em uma suposta falta de competência. Além disso, existem infinitas possibilidades de cor e penteados para usar em qualquer ambiente”, afirma.

Como aderir aos cabelos coloridos?

Thaix comenta que a melhor maneira de quebrar tabus é colocando em destaque os benefícios de aderir aos tons vibrantes. “O cabelo colorido é um processo de autoaceitação. Para quem se identifica com esse estilo, ele faz a autoestima aumentar, nos faz sentir bem com todos os aspectos do corpo e, assim, também acaba refletindo nas pessoas em nossa volta, que nos amam e querem nos ver felizes. Por isso, quanto mais você investir nesse desejo, mais as pessoas vão começar a perceber que esse estilo pode nos fazer bem e jamais trazer qualquer tipo de efeito ruim”, acrescenta.

E para quem ama as cores, Thaix separou uma lista de como dar o primeiro passo e se sentir linda em qualquer dia e lugar.

Encontre inspirações: se você nunca pintou o cabelo ou fez alguma mudança radical no visual, busque pessoas que você se identifica para entender como foi o processo de mudança delas. Vale influenciadoras, cabeleireiros, amigas, entre outros. Porém, lembre-se: essas inspirações devem ser parecidas com você. Se o seu cabelo é cacheado, por exemplo, busque mulheres que também falam dos cachos, formas de cuidado e etc.

Encontre a cor que você mais gosta e comece aos poucos: um bom começo também é pensar naquela cor que você sempre gostou. E se você ainda está com medo de mudar, pode começar devagar com tons menos chamativos, até conseguir chegar aos tons mais fortes.

Busque profissionais: um erro muito comum é tentar fazer tudo em casa sem conhecer os produtos. Isso pode acabar estragando o cabelo e causar um efeito totalmente contrário ao desejado. Então, não se esqueça: busque profissionais de confiança e, se tiver qualquer dúvida, pergunte!

Fonte: Thaix Alves, influenciadora digital com mais de 100 mil seguidores (@tpmamoretc). Criadora de conteúdo, social media e fundadora do blog “TPM, Amor e Etc.” e do brechó By Thaix.

Artigo anteriorMG Recicla é um dos apoiadores de ação natalina na Pedreira
Próximo artigoConfirmado: Réveillon Vai Ter Samba com Rodriguinho, Akatu, Hott e Pedro Castelli no Mix Garden
Editor e fundador do Jornal Brasil Agora [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 ________________________________________________________________________ Diretor do 'Grupo Conteúdo' - Agência de Notícias | Publicidade & Marketing Digital. Siga o Instagram e leia outras matérias e artigos no perfil:@felipe_jesusjornalista. ________________________________________________________________________ Gestor Adv. - "| FJ - Escritório de Assistência Jurídica - EAJ |". Membro: Diretoria da "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE-OAB/SP)" - Acesse: https://aae.org.br ________________________________________________________________________ Formado em Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Relações Públicas (Universidade UIB/EUA), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP), Economia (Universidade USIP), Bacharel em Direito (Universidade - UNIESP/FACSAL-BH/MG) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Univ. UEMC/Espanha). ________________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui