A importância de saber estabelecer limites e dizer não

Colocar limites pode parecer difícil, mas de acordo com um professor de ThetaHealing®, essa é uma parte importante para o desenvolvimento de relacionamentos saudáveis

Nos dias de hoje, muitas pessoas possuem uma grande dificuldade na vida para estabelecer limites, às vezes, por causa disso ficam sem tempo para si, se sentem exauridas e acabam até adoecendo. De acordo com o professor de ThetaHealing® e fundador do portal Semente Quântica Caio Zagnoli, isso pode ter sido causado por uma série de fatores durante o processo de aprendizado. “Muito possivelmente tudo isso acontece, em vista de algo que ela vivenciou em sua infância e que contribuiu para formar crenças limitantes”.

Um grande exemplo que o professor cita, é no caso de uma criança que para ser vista pelo seu pai ou pela sua mãe, se esforça para os agradar o tempo todo, por sempre escutar comparações referentes aos seus irmãos, como: seja bonitinha como seu irmão que faz tudo o que pedem para ele. “Em consequência de todos esses fatores, ela acaba gerando a crença de que é preciso agradar sempre a todos, para que também seja amada, reconhecida valorizada e aceita. De alguma forma isso acaba refletindo em sua vida adulta, fazendo com que inconscientemente, a todo instante, ela faça tudo que os outros pedem e nunca coloque seus limites”, esclareceu Caio.

Já se a pessoa teve uma criação em que ela recebeu limites de forma sempre violenta, o professor acrescenta que isso pode ter gerado nela a crença de que se ela colocar limites irá machucar as pessoas, pois essa maneira é a que ela aprendeu. Outra situação que também pode acontecer é a pessoa aprender que ela tem que dar conta de tudo sozinha, de que tem que cuidar de todos, e de que só ela é capaz. “Muitas vezes isso acontece quando um dos pais se ausenta, por algum motivo, e ela acaba tomando a responsabilidade dele na família. E de alguma forma leva essas crenças para a vida adulta, e se colocando sempre de forma paternalista na relação com o outro”, afirmou Zagnoli.

Como mudar padrões limitantes

Ele garante que é necessário reconhecer esses padrões limitantes em si, para que possamos transforma-los e viver relações mais harmoniosas e equilibradas.  “Precisamos aprender que podemos ser amados, respeitados, valorizados sem precisar sempre agradar a todos, que podemos dizer não com firmeza e ainda assim com respeito e amorosidade, sem necessariamente ter que ser violento para isso. Precisamos também nos dar conta, que não devemos carregar o mundo nas costas, sempre tendo que cuidar de todos, saber que cada um tem a capacidade de dar conta de si mesmo e lidar com suas próprias responsabilidades. Isso inclusive que é uma verdadeira ajuda, pois confiando na força do outro, também estaremos o ajudando a reconhecer o poder pessoal que ele tem”

Por isso, o professor lembra que uso da técnica ThetaHealing® pode ser um importante aliado nesse processo de busca pelo autoconhecimento, detectando nossos padrões limitantes e os transformando através da reprogramação de crenças.

Serviço:

Curso ThetaHealing DNA Básico: 29/06, de 18h às 22h e dias 30 de junho e 1º de julho, de 9h às 18h.

Local: Espaço Vértice – Rua Itaí, 782, Santa Efigênia – BH

Para esse e os demais cursos de Theta Healing ministrados por Caio Zagnoli, informações pelo: www.sementequantica.com/cursos

Fonte: Caio Zagnoli, professor de ThetaHealing® e fundador do portal Semente Quântica, em Belo Horizonte.

Assessoria de Imprensa  

Déborah Ribeiro - Assessora de Comunicação e Imprensa
Letra Comunicação e Marketing
www.letracomunicacao.com
[email protected]
(31) 3236-1477 ou 98429-7565
Artigo anteriorMalluh Praxedes lança três livros: Alguém em Mi – Nem Muralhas, Nem Mulheres – O Olhar da Bailarina
Próximo artigoCalvície pode atingir até 40% das mulheres com menos de 50 anos
■ Jornalismo: Jornalista Editor e um dos fundadores do jornal [ Brasil Agora (B.A) ] - [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 ■ Filiado: FENAJ/Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais (SJPMG) & FIJ ■ Diretor em Minas Gerais da Associação de Imprensa Nacional (AIN). _____________________________________________________________________ ■ Publicidade & Divulgação de Notícias MKT: Publicitário e Diretor [ Agência Grupo Conteúdo (GC) - Administradora de Jornais / Sites ] _____________________________________________________________________ ■ Advocacia: Advogado Gestor [ FJB Advocacia - Assistência Jurídica & Empresarial / Digital ] - "Membro da Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE/OAB)" - Sindicato dos Advogados de MG. _____________________________________________________________________ ■ Canal 'Crítica Musical' com Felipe de Jesus (YouTube): https://www.youtube.com/channel/UCIWDiTUL9F-xlKwov43B5nQ _____________________________________________________________________ ■ Formação Acadêmica: Apaixonado pela área acadêmica, Felipe de Jesus é Jornalista (FESBH), Publicitário (IPSP), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo (F.Polis das Artes), Economista (UNIP) & Advogado (FACSAL). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (UEMC) e atualmente cursa Engenharia de Telecomunicações & TV (F.Nossa Senhora Aparecida / EAD). _____________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]