Artista Fael Primeiro estampa sua arte no Baianas Ozadas

0
73

É dele a obra do faraó Tutancâmon que desfilará estampado nas camisetas do bloco Baianas Ozadas, como
referência em homenagem aos 40 anos de fundação do bloco afro, Olodum, no carnaval de 2019

 

Um dos expoentes do Carnaval de Belo Horizonte, o Baianas Ozadas, tem a tradição de transformar a capital mineira em um pedaço de Salvador, sempre prestando tributo a música e cultura baianas. Em 2019 não será diferente. Com o tema “Avisa lá! Baianas Ozadas vai de Olodum, BH!” o bloco desfila na segunda-feira de folia homenageando o grupo afro Olodum, que completa 40 anos de fundação. Pensando nisso, para consagrar de forma absoluta essa homenagem, os idealizadores do Baianas convidaram o artista plástico soteropolitano, Fael Primeiro, para conceber a criação da identidade visual que representará o carnaval de 2019. O resultado, foi uma linda ilustração do faraó Tutancâmon, desenhado com traços e elementos do grafite para reproduzir a batida quente, o ritmo alegre e o som da banda percussiva que invadiu as ruas do Pelourinho e conquistou o mundo.

Artista plástico, cantor e compositor, Fael é um baiano natural de Salvador, cidade que sempre lhe foi musa inspiradora. Seus trabalhos transpiram a cultura local e estampam muitos painéis espalhados pela capital. Considerado como um “filho” para o Olodum, o artista usou toda a sua proximidade com o bloco, aliada às suas referências artísticas embasadas na cultura de matriz africana, e desenvolveu o projeto que customizará os uniformes do desfile do Baianas Ozadas neste ano. Simbolizado pelo Tutancâmon, a identidade não só ilustra o contexto histórico e cultural do Oludum, como personifica o maior hit do grupo que virou hino do samba-reggae, a música “Faraó Divindade do Egito”.

Para Fael, é gratificante participar do Carnaval de BH e falar da cultura Afro. “Por já ter trabalhado com cortejos Afro e trio elétrico, estar ajudando no Carnaval de BH é como nossa história com Salvador, já que mudamos a cara da festa daqui trazendo música contemporânea. É uma renovação muito importante, já que Minas Gerais é irmã da Bahia e o povo daqui é muito parecido com os mineiros. O cruzamento dessa história artística é gratificante, pois eu admiro demais a cultura mineira, desde a música do Zé Rodrix, Milton Nascimento, Clube da Esquina e outros. A minha relação com o Baianas começou após a minha participação em um festival pequeno e o Geo que estava começando com o Baianas, foi nos assistir. Hoje nossos sonhos se materializaram e conseguimos criar uma imagem emblemática do Egito com os tambores de Salvador. A comunicação através do tambor é muito importante e essa herança tem que ser reforçada para o nosso povo. Poder falar do Olodum é falar do meu pai, da minha infância, da minha verdade e do Carnaval Afro”, explica

Representado em diversos carnavais durante os seus 40 anos de trajetória, a proximidade do Olodum com o Egito, enquanto civilização negra africana que influenciou muito o ocidente, aconteceu de forma tão extraordinária que na folia de 1987 o desfile projetou a música marcando época na sociedade baiana. Para 2019, o desfile do Baianas Ozadas promete entoar o refrão “Eu Falei Faraó… êeeee Faraó” em um só som, ecoando o coro pelas ruas centrais de Belo Horizonte e também da música tema composta pelo bloco belo-horizontino “Tum tum Baianas”, parceria de Geo e Anderson Sucupira: “Tum tum tum tum, o Baianas Ozadas no som do Olodum”.

O carnaval do Baianas Ozadas será realizado na segunda-feira, dia 04 de março, com concentração marcada a partir das 09h. O percurso se inicia na Av. Afonso Pena, próximo da Igreja São José, e finaliza no final da tarde na Praça da Estação. Em 2018, o bloco arrastou mais de 650 mil foliões atrás do trio, e para este ano a folia promete ser ainda maior já que os ensaios de verão estão a todo vapor. A agenda completa do Baianas Ozadas está disponível nas redes sociais oficiais do bloco.

Facebook: https://www.facebook.com/baianasozadas

Instagram: @baianasozadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here