Boate sobre rodas chama a atenção nas ruas de BH

0
720

Idealizado pelo jovem empreendedor Felippe Augusto, o Boatebus promove uma festa completa dentro de ônibus adaptado com pista de dança, bar, sistema de som e iluminação de última geração; atualmente a empresa conta com dois veículos customizados na frota e, em outubro, quando o empreendimento completa cinco anos de atuação, será lançado ônibus dourado que recebeu 1 milhão de reais em investimento

Ir até uma festa, curtir e dançar é algo comum nas grandes cidades. Mas e se a festa for até você? Isso é realidade em Belo Horizonte com o Boatebus, iniciativa idealizada pelo jovem empreendedor Felippe Augusto, de 25 anos, e que tem chamado a atenção nas ruas da capital mineira com os ônibus-boate, com cores chamativas, luzes de led e um grande painel que mostra um pouco do que acontece no interior dos veículos.

O Boatebus possui dois ônibus adaptados na frota – prata e rosa – e em outubro, quando completa cinco anos de atuação, se prepara para lançar mais um. Tudo começou quando Felippe Augusto, cujo os pais são proprietários de uma empresa de transportes de passageiros, há mais de 25 anos, com fretamentos, escolares e turismo, viu no empreendimento da família uma oportunidade para ter o seu próprio negócio.

“Eu já realizava pequenos eventos em casas noturnas e na minha residência. Além disso, organizava transportes para shows e festivais em Belo Horizonte. Pensei, por que não unir a festa ao transporte? Daí surgiu a ideia do Boatebus”, explica Felippe Augusto, que batalhou muito para tirar o projeto do papel.

O primeiro passo foi encontrar um ônibus que pudesse receber as customizações necessárias para o projeto. “Comecei a procurar um veículo que fosse ideal para mudar o que eu quisesse. Após várias buscas, encontrei em Sabará [cidade da região metropolitana de BH] um Volks 17240 com motor traseiro e carroceria Neobus Mega. Era o que eu precisava. Já contratei uma equipe que contava com funileiro, mecânico, eletricista, técnico de som e iluminação, além de uma empresa de plotagem, para começar a dar forma à boate sobre rodas”, explica.

Foi necessário ter muita paciência para fazer o projeto acontecer. Entre o levantamento de recursos, com a venda de sua moto, empréstimos e financiamentos, a compra do ônibus e a finalização das customizações do primeiro veículo, foram 11 meses e mais de 300 mil reais de investimento, que incluiu, além do próprio ônibus, todo um trabalho manual, com reforço no piso, pintura na cor prata, plotagem, ar condicionado, letreiro de led, iluminação interna e externa, banheiro, bar, sistema de som, instalação de uma TV de 65 polegadas na traseira, além da preparação mecânica, com suspensão a ar para favorecer a mobilidade nas ruas de Belo Horizonte.

O Boatebus prata emplacou e se tornou um verdadeiro sucesso na capital mineira. Com a agenda cheia, o veículo passou a receber variados eventos, de festas infantis a despedidas de solteiro, passando por debutantes, aniversários de idosos e “esquenta” para shows. A procura começou a ser tão grande, que Felippe passou a ter que agendar eventos para datas muito distantes. A partir daí, o empreendedor começou a se planejar para adquirir o segundo ônibus.

Pouco tempo depois, Felippe encontrou outro veículo do mesmo modelo que o Boatebus prata, um Volks 17240 com motor traseiro e carroceria Neobus Mega. O jovem empresário quis ousar e chamar ainda mais a atenção pelas ruas. “O ônibus prata já atraia os olhares, principalmente à noite, por causa das luzes de led, mas eu queria mais. Decidi pintar o novo ônibus com um tom de rosa bem chamativo, bem cheguei mesmo”, afirma.

No segundo veículo da frota, a preparação para se tornar uma boate sobre rodas durou um ano e o investimento ultrapassou 400 mil reais. Além do reforço no piso, a TV enorme na traseira e a suspensão a ar, o ônibus recebeu equipamentos de som e luz de última geração. O resultado foi imediato e a agenda do Boatebus rosa é movimentada e intensa de segunda a segunda.

Na contramão do mercado geral, que está limitando investimentos devido ao atual momento econômico do país, Felippe foi ainda mais arrojado. Com um aporte de mais de 1 milhão de reais, entre a compra e customizações, ele adquiriu há pouco mais de um ano mais um ônibus, do mesmo modelo dos anteriores. “Estamos finalizando a preparação total do Boatebus e já chegamos à fase dos últimos ajustes. Optei por uma cor diferenciada, a dourada, que antes mesmo de ficar pronta, já está me dando um grande orgulho. Está realmente muito bonito, com detalhes internos luxuosos, como banheiro de porcelanato, teto de acrílico com leds e efeitos especiais, bar dourado, sofás costurados, pole dance, sistema de som e iluminação de última geração, lasers, leds e movie lights com tecnologia de ponta, que acompanham o ritmo da música, além da tela de 65 polegadas na traseira”, conta.

O Boatebus de cor dourada será lançado em outubro, mês em que a empresa completa cinco anos de atuação e com agenda cheia para os dois veículos que estão na ativa. De acordo com o empreendedor, ele chega a realizar mais de 70 eventos por mês, de segunda a segunda, e ,em algumas épocas do ano, existe fila de espera.

Felippe Augusto, que costuma dizer que não realiza apenas festas, mas sonhos em forma de festa, lembra que o caminho até a realização dos seus objetivos foi longo e tortuoso. “Não é simples comprar um ônibus, customizar e colocar para rodar. Envolve alto investimento financeiro, e, mais que isso, tempo e paciência. Este mercado é limitado com relação a peças, há pouca disponibilidade de mão de obra qualificada e há todo um processo burocrático. O que aproveitei de peças originais dos ônibus foram os vidros, o chassi e o motor”, explica.

Muito além de apenas oferecer ao cliente o espaço para a festa, o Boatebus planeja todos os detalhes para que a festa seja completa. São disponibilizados serviços diferenciados, com fotos, vídeos, personagens infantis, gogoboys, tequileiras, petiscos e salgados, open bar, com opções de bebidas com ou sem álcool, DJs e a novidade que será lançada no ônibus dourado, robôs de led para animar ainda mais os convidados.

O custo-benefício é o que mais chama a atenção dos potenciais clientes. “O Boatebus é uma excelente opção para quem quer realizar uma festa sem gastar muito, pois alia comodidade com valores acessíveis. Por exemplo, é possível fazer uma festa de aniversário de 15 anos com um valor muito menor do que em um espaço convencional”, afirma o empreendedor.

“Quando as pessoas veem o Boatebus nas ruas, acham que o serviço é pouco acessível, mas quando nos procuram, percebem que a realidade é outra. Oferecemos um excelente custo-benefício e podemos receber até 42 convidados por festa. Fazemos tudo de acordo com o gosto do cliente e temos um valor mínimo, que pode variar de acordo com as opções de serviços contratados, como festas de uma a quatro horas de duração, pois o preço é cobrado por hora, variedades de bebidas e comidas e contratação de personagens infantis, gogoboys e tequileiras. Além disso, facilitamos o pagamento via cartão de crédito”, explica o empreendedor.

O terceiro ônibus da frota ainda nem foi lançado e Felippe Augusto já enxerga outras oportunidades no mercado e se planeja para expandir ainda mais a empresa. “Já estamos projetando novidades para atender eventos com demandas menores. Com isso, conseguimos viabilizar festas para pequenos grupos. O importante é não parar”, finaliza.

Para contratar o Boatebus, o interessado deve entrar em contato pelo e-mail [email protected] ou pelos telefones 31 3483 2147 e 31 98653 5456.

Boatebus

Site: www.boatebus.com.br

Instagram: @boatebus

Facebook: Boatebus

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui