Como profissionais de estética podem sobreviver na crise?

0
1396

Cursos online e promoções bem pensadas são opções para driblar as consequências do isolamento social

Em meio a pandemia de Covid-19, os serviços de estética foram um dos mais afetados pelo isolamento social. Como a medida é necessária para evitar a propagação da doença, empreendedores desse setor são estimulados a pensar em formas de driblar a crise e tentar sobreviver nesse período.

Camila Katsuragi, fisioterapeuta dermatofuncional e empresária, conta que logo no começo da pandemia já começou a traçar estratégias para manter o negócio funcionando, mesmo à distância. “Uma das primeiras medidas foi pensar em formas de fidelizar o cliente. Nesse momento, é importante lembrar que todos passam por um período difícil e com outras prioridades. Então, o profissional precisa criar uma forma de aconchego para o cliente”, conta.

Ela, que é diretora de uma clínica de estética, comenta que conseguiu fazer isso usando as redes sociais. “Criamos um espaço para tirar dúvidas e ajudar quem está em casa a manter a autoestima, além de buscar opções para relaxar e cuidar do próprio corpo”, diz

Estratégias no mundo online

Além de utilizar as redes sociais, Camila esclarece que esse pode ser o momento de pensar em promoções para depois da pandemia. “Uma forma de fidelizar o cliente é oferecer vouchers ou cartões fidelidade com descontos para utilizarem após esse momento difícil. Isso pode ser feito com promoções e sorteios online”, indica.

Outra aposta de Camila foi o ensino à distância. “Este é um momento em que pessoas de outros segmentos buscam novas oportunidades e mais conhecimento. Enquanto isso, empreendedores da área podem passar conhecimento adiante”, ressalta.

Pensando nisso, ela decidiu disponibilizar alguns cursos online para profissionais em quarentena. “Para quem é especialista em qualquer área e possui experiência na prática, essa é uma excelente hora para ajudar outras pessoas e, ao mesmo tempo, criar um novo tipo de negócio”, finaliza.

Fonte: Camila Katsuragi, Fisioterapeuta há 17 anos, pela Univap, em SP. Especialista em Fisioterapia Dermatofuncional pela Universidade Gama Filho. Pós-graduada em Fisiologia do Exercício. Pós-graduanda no Instituto Lair Ribeiro, em Adequação Nutricional e Manutenção da Homeostase.

Artigo anteriorDia dos Namorados dentro de casa estimula a criatividade dos casais
Próximo artigoPropósito de vida pode impactar diretamente na vida pessoal e profissional
Editor e fundador do Jornal Brasil Agora [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 ______________________________________________________________________________________________ Formado em Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Relações Públicas (Universidade UIB/EUA), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP) e Economia (Universidade USIP/SP). Tem Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Univ. UEMC/Espanha) e atualmente cursa Direito (Universidade - UNIESP/FACSAL-BH/MG). Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui