Dicas práticas para manter a imunidade alta

0
111

Imunidade não é método de cura para Covid-19, mas é essencial para reduzir casos graves ou desenvolver outros tipos de doenças virais

Nos últimos meses, a imunidade se tornou um assunto bem comentado. Alguns boatos relacionados a cura ou prevenção da Covid-19 surgiram nas redes. Porém, apesar de alguns fatos errados, uma coisa é certa: cuidar do sistema imunológico é essencial para manter a saúde em dia e prevenir contra sintomas graves de diversas doenças virais ou infecciosas.

O nutrólogo Adriano Faustino alerta primeiramente para a desinformação em relação a imunidade. “É importante entender que o sistema imunológico não possui a habilidade de impedir um vírus ou bactéria de entrar no organismo. O que acontece é que ao manter essa parte do corpo saudável, é possível controlar o desenvolvimento de doenças relacionadas, ou seja, as chances de desenvolver um quadro mais graves reduzem consideravelmente. Em alguns casos, mesmo os sintomas leves nem se desenvolvem”, esclarece.

Portanto, vale manter os cuidados frequentemente. “A melhor forma de melhorar a sua imunidade é seguindo hábitos saudáveis, principalmente na dieta. Outro fator que ajuda bastante é o sol. Ele é nossa maior fonte de Vitamina D, a principal aliada do sistema imunológico. Porém, lembre-se: para receber os nutrientes bons da exposição solar, você deve se expor nos períodos em que ele está mais frio – como no começo da manhã e no fim da tarde – e sempre usar protetor solar para evitar a absorção dos raios ultravioleta”, orienta.

Adriano ressalta ainda a prática frequente de atividade física. “Se manter em movimento é o ideal para a saúde completa do organismo. Práticas diárias, mesmo em casa, são essenciais o sistema imunológico”, acrescenta.

Alimentação

Quando o assunto é a dieta diária, o melhor caminho é sempre se manter longe dos industrializados e optar por alternativas naturais. “O consumo constante de frutas e legumes deve ser regra. Invista, principalmente, nas opções que possuem a famosa Vitamina C, como frutas cítricas”, recomenda.

O especialista aproveita para indicar os melhores alimentos que ajudam a preservar a imunidade do organismo. Confira:

– Alimentos de origem animal: carnes vermelhas, brancas e ovos.

– Leguminosas: feijão, soja, grão de bico e ervilha.

– Oleaginosas: castanhas, nozes e amêndoas.

– Frutas cítricas: laranja, limão, abacaxi, maracujá e outras

Fonte: Adriano Faustino, nutrólogo. Formado pela UFMG em medicina há 15 anos. Especialista em medicina preventiva, integrativa e da longevidade, com foco na nutrição.

Artigo anteriorCampanha resgata autoestima materna durante quarentena
Próximo artigo10% da população brasileira convive com doenças reumáticas
[ Jornalista e Editor do Brasil Agora - em BH/MG] - Graduação: Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Universidade Europeia Miguel de Cervantes/UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais e Políticas (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora no "CulturalizaBH/Portal UAI" e na "TV Balcão" com a coluna "Crítica Musical" falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. É também apaixonado por Sociologia, tanto que de sua graduação em Ciências Sociais: Sociologia, se tornou colunista de Opinião & Comportamento do portal da "RedeTV!" e "Rondônia Digital" e desta coluna, nasceu o "E-book: Sociedade Conectada: a Influência da Internet no Cotidiano". Da Economia, área ao qual foi repórter e sub-editor, se tornou colunista no "Divulga Gerais" após sua graduação em Ciências Econômicas: Economia. É colaborador de Jornais/Portais de Notícias, Diretor do Grupo Conteúdo - Agência de Notícias - Sites e também editora e assina matérias em alguns jornais de Minas Gerais e do Brasil. A escrita é sua maior base e paixão no Jornalismo. [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui