Confecção de árvores de Natal artesanais é parte do processo terapêutico de pessoas com deficiência intelectual em MG

0
1048

Educandos do CENSA Betim produzindo árvores de Natal – Natália Costa

O artesanato é usado como ferramenta da equipe transdisciplinar do CENSA Betim, instituição que atua há mais de 56 anos nos cuidados a pessoas com deficiência intelectual e autismo; todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde são mantidas para prevenir a Covid-19 na entidade

O clima natalino já faz parte da rotina dos educandos do CENSA Betim, instituição que é referência nacional há mais de 56 anos nos cuidados a pessoas com deficiência intelectual e autismo. Os educandos estão produzindo árvores de Natal como parte do processo terapêutico, que tem no artesanato uma ferramenta de desenvolvimento, socialização e fomento à criatividade. Os produtos gerados compõem um rol de exposição e também são comercializados.

De acordo com a mestre em psicologia e diretora do CENSA Betim, Natália Costa, a produção das árvores de Natal tem como objetivo proporcionar aos educandos oportunidade laborativa para que se sintam produtivos e tenham na atividade fonte de aprendizado, prazer e socialização. “Essa atividade, assim como outras produções de artesanato, é realizada durante o ano, respeitando as sazonalidades das datas comemorativas, como a Páscoa, o Dia da Família, o Dia dos Namorados e o Natal. A produção dessas árvores no período do Natal, se torna uma ferramenta poderosa para aprender acerca da celebração de uma das festas mais importantes no Brasil. Durante a atividade, fala-se sobre como é prazeroso a produção coletiva, além de se trabalhar sentimentos de pertencença, de laços de família e de fraternidade. A arte é uma atividade humana ligada às manifestações de ordem estética, produtiva e comunicativa, e auxilia muito no desenvolvimento de pessoas com deficiência intelectual”, comenta.

Segundo Natália Costa, o Natal traz o espírito de união, por isso ela acredita que a data comemorativa consiga proporcionar alegria a  tantas pessoas, como exemplo, os educandos do CENSA Betim que estão envolvidos nessa atividade. Todavia, ela lembra que tudo tem sido feito com total segurança, seguindo as normas de segurança da Organização Mundial da Saúde (OMS). “Todos os objetos utilizados durante a produção passam por rigorosa higienização, tudo é verificado por profissionais especializados, que lavam as mãos constantemente com sabão neutro, usam álcool 70º.G e tomam todos os cuidados necessários para preservar a saúde dos nossos educandos. Além disso, as atividades são realizadas ao ar livre e os colaboradores ficam paramentados com máscara e touca o tempo todo”, conclui.

Suporte às famílias

Para dar todo o atendimento necessário e especial, o CENSA Betim oferece três diferentes modalidades de atendimento para o público. A convivência-dia, que acontece de segunda à sexta, de 08h às 17h; o atendimento integral, com funcionamento 24 horas, que engloba hospedagem por tempo indeterminado; e a hospedagem periódica, que é especificamente para os planos de finais de semana, férias ou de acordo com as necessidades de cada família.

CENSA Betim

Fundado em 1964, o CENSA Betim é um local para cuidados básicos e um espaço para ser e conviver. Sua missão é atender as necessidades da pessoa com deficiência intelectual, associada ou não a outros transtornos, e da sua família, assegurando-lhes qualidade de vida e uma educação socializadora. O CENSA Betim conta com uma equipe transdisciplinar, convênios e parcerias. Além disso, oferece uma proposta diferenciada com atividades esportivas e recreativas, escolaridade especial, equitação e oficinas de música, teatro e artesanato. Tudo isso em um ambiente familiar e integrado à natureza.

Site: www.censabetim.com.br

Instagram: www.instagram.com/censabetim

Facebook: www.facebook.com/censabetim

 

Artigo anteriorCulinária agroecológica é tema da 2ª edição do Festival Cantos de Beagá
Próximo artigoAdvogado lembra as obrigações das empresas na semana em que se celebra o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência
Editor e fundador do Jornal Brasil Agora [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 __________________________________________________________________________ Diretor do 'Grupo Conteúdo' - Agência de Notícias | Publicidade & Marketing Digital. Siga o Instagram e leia outras matérias e artigos no perfil:@felipe_jesusjornalista. __________________________________________________________________________ Diretor Responsável do "F&J - Escritório de Assistência & Prevenção Jurídica". __________________________________________________________________________ Formado em Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Relações Públicas (Universidade UIB/EUA), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP), Economia (Universidade UNIP/SP), Bacharel em Direito (Universidade - UNIESP/FACSAL-BH/MG) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Univ. UEMC/Espanha). Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ____________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui