Lipoaspiração não é para emagrecer!

0
540

No Dia da Saúde e Nutrição, especialista alerta sobre o papel da cirurgia plástica mais procurada no Brasil

O próximo dia 31 de março é dedicado à Saúde e Nutrição. E muitos pacientes confundem a cirurgia plástica de lipoaspiração com o processo de emagrecimento. O procedimento já é a cirurgia mais realizada no Brasil: foram 231.604 intervenções em 2019, um salto de 13,6%, se comparado ao ano anterior, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS).

Porém, o cirurgião plástico Jorge Menezes, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e diretor da Clínica Esthetic Care, em Belo Horizonte, explica que a lipoaspiração não é indicada para perda de peso, mas sim para os pacientes que desejam remover a gordura localizada em determinadas regiões do corpo. “A SBCP recomenda que, em cada procedimento de lipoaspiração, seja retirado, no máximo, 7% de gordura corporal”.

Segundo o especialista, para alguns pacientes com excesso de peso e que desejam  realizar o procedimento é indicado primeiro uma dieta. “Para aqueles que estão muito acima do peso e querem fazer a lipoaspiração em alguma região do corpo, muitas vezes é indicada uma dieta prévia para o paciente chegar no peso ideal para realização da cirurgia com segurança. Por isso, sempre converse com o seu médico previamente e busque uma orientação especializada”, alertou Jorge Menezes.

Cuidados com a alimentação

Dessa forma, adotar uma dieta balanceada ajuda a evitar que a pessoa volte a ganhar peso também após a cirurgia. “Pacientes de lipoaspiração são propensas a ganhar peso após a cirurgia. É fundamental adotar uma dieta saudável e manter uma rotina regular de exercícios físicos para manter os resultados do procedimento”, afirmou o médico.

De acordo com o cirurgião plástico, nos primeiros dias após a operação, o ideal é consumir alimentos leves para auxiliar a recuperação. Já aqueles com função cicatrizante também auxiliam na regeneração do tecido. “Alimentos ricos em vitamina A como o fígado e a cenoura; em Vitamina B como os cogumelos e as oleaginosas, por exemplo; e em Vitamina E como o mamão e o abacate, ajudam a regenerar os tecidos e a manter a pele mais firme e saudável”, revela Jorge.

Ele ainda acrescenta que o consumo de carne magra e o ovo, e ricos em ômega 3 como a sardinha ou o salmão  reduzem a inflamação e facilitam a cicatrização.

Fonte: Dr. Jorge Antônio de Menezes (CRM – MG 19854), Cirurgião Plástico titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, Mestre em Cirurgia Plástica pela UNIFESP. Membro titular da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia. Proprietário da Esthetic Care – Clínica de Cirurgia Plástica e Medicina Estética (@esthetic.care e @vidapos60). 

Artigo anteriorEspecialista tira dúvidas sobre o câncer de pele que acometeu a jornalista Marília Gabriela
Próximo artigoDia da Saúde e Nutrição: entenda a relação dos alimentos com a saúde vascular
*Jornalismo: Editor e fundador do jornal [ Brasil Agora (B.A) ] - [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 - Filiado: FENAJ | AIN | SINAJ | Abramídia & União Brasileira de Imprensa (UBI) ______________________________________________________________________ *Agência de Divulgação de Notícias - Pub & MKT: Diretor [ Grupo Conteúdo (GC) ] ______________________________________________________________________ *Advocacia: Ass. Adv. - [ FJB Advocacia - Assistência Jurídica & Empresarial ] - Membro da "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE/OAB)". ______________________________________________________________________ *Graduado em: Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Relações Públicas (Universidade UIB/EUA), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP), Economia (Universidade USIP), Advocacia/Direito - Adv. (FACSAL/MG) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Univ. UEMC/Espanha). ______________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui