Tratamentos odontológicos devem continuar na pandemia?

0
137

Especialista alerta sobre importância de manter cuidados e continuar com os procedimentos já iniciados para evitar complicações

A pandemia da Covid-19 trouxe preocupações e muito medo para a sociedade em geral. Com isso, muita gente se sente inseguro para sair de casa mesmo quando necessário. Especialistas relatam que houve diminuição na busca por tratamentos odontológicos em clínicas e consultórios. Enquanto isso, alguns pacientes que estavam em tratamento, abandonaram as consultas antes de finalizá-las corretamente.

No entanto, a cirurgiã dentista Ludimilla Abi-Saber Toledo alerta que essa decisão pode ser prejudicial à saúde. “Dependendo do caso do paciente, não terminar um tratamento pode ter as mesmas consequências de não começá-lo. Portanto, pode haver a piora no quadro e ocasionar uma situação de urgência”, diz.

Ludimilla destaca que, para quem está com um tratamento em andamento, o mais seguro é continuá-lo e seguir as recomendações das autoridades em saúde. “Continue em contato com seu dentista para entender se o tratamento pode esperar ou não. Caso a sua situação exija a continuidade, não esqueça de se cuidar conforme as recomendações: evite aglomerações, higienize as mãos frequentemente e utilize máscaras. Além disso, os consultórios estão autorizados a atender as situações que não podem esperar seguindo todas as normas de higiene e prevenção contra a Covid-19”, acrescenta.

Cuidados em casa

Mesmo que não esteja passando por um tratamento odontológico, Ludimilla também enfatiza a necessidade de redobrar os cuidados dentro de casa. “Esse é um momento em que devemos fortalecer ainda mais a saúde para evitar a necessidade de ir a hospitais. Porém, ao passar mais tempo em casa, muita gente pode negligenciar os cuidados com a boca. Então lembre-se de manter a higienização completa, sempre após as refeições e continuar em contato com um profissional a distância para o acompanhamento de rotina”, recomenda.

Fonte: Ludimilla Abi-Saber Toledo, cirurgiã dentista, especialista em periodontia e capacitada em harmonização facial. É professora na pós-graduação em periodontia da Faculdade São Leopoldo Mandic e sócia da Clínica Vitácea, em Belo Horizonte.

Artigo anterior10% da população brasileira convive com doenças reumáticas
Próximo artigoCampanha “Humanizar a pena. Promover a vida” já entregou quase 40 mil máscaras para a prevenção do coronavírus
[ Jornalista e Editor do Brasil Agora - em BH/MG] - Graduação: Jornalista (FESBH), Teólogo (F.ESABI), Sociólogo e Letras (F.Polis das Artes) e Economista (UNIP). Tem Mestrado em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Universidade Europeia Miguel de Cervantes/UEMC), Doutorado Prof. em Ciências Sociais e Políticas (USIP) e atualmente cursa Direito (UNIESP-BH). Apaixonado por música, colabora no "CulturalizaBH/Portal UAI" e na "TV Balcão" com a coluna "Crítica Musical" falando sempre sobre álbuns, coberturas de shows e etc. Tem como hobbie comprar CDs e também vinis. É também apaixonado por Sociologia, tanto que de sua graduação em Ciências Sociais: Sociologia, se tornou colunista de Opinião & Comportamento do portal da "RedeTV!" e "Rondônia Digital" e desta coluna, nasceu o "E-book: Sociedade Conectada: a Influência da Internet no Cotidiano". Da Economia, área ao qual foi repórter e sub-editor, se tornou colunista no "Divulga Gerais" após sua graduação em Ciências Econômicas: Economia. É colaborador de Jornais/Portais de Notícias, Diretor do Grupo Conteúdo - Agência de Notícias - Sites e também editora e assina matérias em alguns jornais de Minas Gerais e do Brasil. A escrita é sua maior base e paixão no Jornalismo. [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui