Kokedama: uma opção para a quarentena que deu certo

0
906

Maurício Lima e Jean Carlos – Foto: Jéssica Mendes.

O produtor cultural Maurício Lima e o personal trainer Jean Carlos aproveitaram o período de pandemia para desenvolver a habilidade de produzir típicos arranjos japoneses

A pandemia tem despertado vontades e habilidades até então pouco trabalhadas em várias pessoas. Um exemplo disso é a iniciativa de Maurício Lima e Jean Carlos, que transformaram um hobby em negócio. Criaram a “Pais de Plantas” e começaram a produzir Kokedamas, um arranjo elaborado por meio de uma técnica de origem japonesa, que consiste em envolver a planta dentro de uma esfera de musgo e substrato especial.

A palavra Kokedama vem do japonês, onde koke = musgo e dama = bola. Assim, as bolas de musgo funcionam como uma única planta e podem ser utilizadas suspensas ou em bases planas. De acordo com Jean Carlos, o primeiro contato com esse tipo de arranjo foi no início do ano. “Eu já conhecia a técnica através da internet. No começo de 2020, antes da pandemia, produzimos algumas para nós que ficaram bonitas e receberam elogios de vários amigos. Com a Covid-19, tivemos que ficar em casa sem trabalhar e começamos a fazer para vender. Ficamos surpresos com a aceitação e hoje posso dizer que se tornou nossa segunda opção de renda, pois neste momento complicado que estamos vivendo, nos forçou a reduzir os nossos trabalhos”, explica.

Os arranjos são produzidos de forma totalmente artesanal, o que proporciona um produto exclusivo para cada cliente. “Já vendemos mais de 100 kokedamas e temos opções a partir de R$ 70, o menor, até 150, o maior. Os nossos clientes acabam sendo a nossa principal ferramenta de marketing, divulgando o nosso produto de maneira orgânica”, conta o produtor cultural Maurício Lima.

Com a demanda crescente, os empreendedores enxergaram uma oportunidade de mercado em seus hobbys. “As pessoas estão valorizando e gostando muito de plantas em casa, pois elas acabam virando companhia. Durante a produção, realizamos tudo com muito carinho. Depois de pronta, sua manutenção é facil e o importante é o processo de rega, que é mergulhar o kokedama em uma bacia. É como dar um banho em um filho”, brinca Maurício.

Maurício Lima destaca que as kokedamas são versáteis e podem ficar suspensas ou colocadas sobre suportes. Ele ressalta que diversos tipos de plantas podem ser utilizados na técnica. “São excelentes artigos para presentear, podem complementar o jardim ou a decoração interna da casa. Essa técnica proporciona arranjos duradouros, práticos, fáceis de cuidar, além do belo efeito ornamental. O cliente pode escolher qual o tipo de folhagem gostaria de ter e até mesmo flores, como as belas orquídeas. Já estamos trabalhando para atender a demanda do Natal”, afirma.

Ganhos profissionais e pessoais

A pandemia acabou forçando a convivência do casal de uma maneira mais intensa, já que Maurício Lima e Jean Carlos passaram a ficar mais tempo juntos. Eles foram passar a quarentena na casa do pai de Maurício, onde tem um grande jardim e um ateliê. É nele que produzem as lindas e desejadas kokedamas.

Passando mais tempo juntos e trabalhando em cooperação mútua, Maurício Lima afirma que a relação ficou ainda mais forte. “O Jean sempre foi o louco das plantas e isso me contaminou. É um trabalho muito gostoso. Colocar a mão na terra é terapêutico e o resultado é uma arte, que nos fez ficar mais próximos. Além disso, temos a sorte de os dois serem muito tranquilos e o convívio flui muito bem”, completa.

Para conhecer mais sobre o trabalho de produção de kokedamas de Maurício Lima e Jean Carlos, acesse o Instagram @pais.deplantas.

Oportunidade para comprar kokedama em BH

Maurício Lima e Jean Carlos irão expor e vender lindas kokedamas, nos dias 12 e 13 de dezembro (sábado e domingo), durante um bazar na capital mineira. O evento será realizado na Clínica Nutrime, que fica na rua Fábio Couri 50, bairro Luxemburgo.

Artigo anteriorFesta Rolê anima a sexta-feira no Mix Garden
Próximo artigoPrimeira loja colaborativa materna do país abre unidade no BH Shopping
Editor e fundador do Jornal Brasil Agora [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 Diretor do 'Grupo Conteúdo' - Agência de Notícias | Publicidade & Marketing Digital. Siga o Instagram e leia outras matérias e artigos:@felipe_jesusjornalista. ______________________________________________________________________________________________ Formado em Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Relações Públicas (Universidade UIB/EUA), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP), Economia (Universidade UNIP/SP), Bacharel em Direito (Universidade - UNIESP/FACSAL-BH/MG) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Univ. UEMC/Espanha). Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui