Doorgal Andrada luta contra o fechamento de escolas em Barbacena

0
79

O deputado estadual Doorgal Andrada já esteve pessoalmente na Secretaria de Estado de Educação (SEE) para se manifestar sobre a proposta de fechamento de uma escola em Barbacena para que a Superintendência Regional de Ensino (SRE) ocupe o imóvel. Doorgal apresentou ofícios à secretária Júlia Sant’Anna solicitando que a medida seja revista e defendendo a importância das escolas estaduais Teobaldo Tollendal e Embaixador José Bonifácio – a Escola Normal – para a população de Barbacena.

Além de acionar diretamente a SEE, Doorgal apresentou também um requerimento à Comissão de Educação da Assembleia Legislativa para que o parlamento mineiro também se posicione contrário à iniciativa pretendida pelo Governo de Minas.

A transferência da SRE para uma das escolas seria uma medida de economia do governo, trocando um local alugado por um imóvel próprio. Para Doorgal, é um erro grave fazer economia na prestação de serviços à população. “Minas vive uma crise grave e é elogiável que o governo queira racionalizar gastos e economizar recursos. Mas isso não pode, em hipótese nenhuma, ser feito à custa do atendimento ao cidadão”, afirma o deputado.

Para Doorgal, o Governo de Minas deve centrar esforços em ter mais eficiência em seus processos internos, reduzir custos operacionais e eliminar o desperdício para poder, na verdade, melhorar os serviços à população, não o contrário. “Precisamos, em Minas, de um ambiente propício para os negócios, com mais empreendimentos, mais empregos e renda. O caminho para a recuperação do Estado é gerar mais arrecadação com o aumento da atividade e com a eficiência, não com o corte de serviços que penalizam, principalmente, o cidadão mais pobre”, avalia.

O deputado discorda dessa proposta desumana de fechar as escolas apresentada pela Direção da SRE de Barbacena, que está sob o controle do PT, pois essa opção prejudica toda a cidade, os alunos e os pais dos alunos. “Escolas não podem ser fechadas, sobretudo quando têm centenas de alunos e são instituições tradicionais que funcionam muito bem há várias décadas. Sem cultura e educação, nenhum país e nenhuma cidade cresce e se desenvolve”, finaliza o deputado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here