Telemedicina: atendimento online é opção para continuar cuidando da saúde

0
586

Essa modalidade de consulta permite ao paciente manter os cuidados em casa e evitar a automedicação

Devido à pandemia mundial do novo coronavírus e das recomendações de isolamento social, o Conselho Federal de Medicina (CFM) permitiu que médicos possam manter atendimentos online para orientar e auxiliar a população na prevenção da Covid-19 e também de outras doenças.

O médico angiologista e cirurgião vascular, Guilherme Jonas, explica que nesse momento tal medida é essencial para evitar que os pacientes sofram com algum tipo de doença sem procurar ajuda. “O recomendado é manter o contato com seu médico regularmente. Como ainda não temos certeza de quanto tempo o isolamento social irá durar, essa medida é importante para manter a saúde e cuidar adequadamente de qualquer sintoma fora do comum”, diz.

Guilherme ressalta que apenas casos de emergência e urgência devem ser atendidos presencialmente. “Agora, caso o sintoma seja leve, busque sempre como primeira opção o atendimento online. Isso é extremamente importante para evitar o risco de contaminação. Só busque atendimento presencial se for realmente necessário e após consultar um especialista – sempre prezando também por todas as medidas de segurança, como a higienização adequada”, orienta.

Automedicação é um risco à saúde

O especialista alerta que é preciso evitar a automedicação e tomar cuidado com remédios indicados nas redes sociais – muitas vezes sem comprovação científica. “Nunca faça uso de remédios que você não conheça. Lembre-se de usar apenas aqueles indicados após avaliação médica e, em caso de dor localizada, utilize um analgésico de costume para esse caso específico. Se ocorrer qualquer dúvida, não hesite em procurar o atendimento online”.

Cuidados com as pernas na quarentena

Para evitar doenças vasculares e dores, o angiologista ressalta a importância de evitar o sedentarismo e cuidar da alimentação durante o isolamento social. “Não mude sua rotina saudável pelo fato de estar em casa. Continue se alimentando bem, nos horários normais e sem exageros. Quanto aos exercícios, caso não possua uma área grande em casa, tente separar um espaço da sala ou do quarto, por exemplo, para realizar alongamentos e exercícios diários. A dica é pedir ao seu médico de confiança um programa de exercícios para a quarentena”, orienta.

Aqueles pacientes que sofrem com varizes ou outras doenças vasculares precisam manter o tratamento indicado pelo médico angiologista. “Não é recomendado realizar procedimentos de cunho estético. Então, para quem se incomoda com as varizes, vale a pena esperar um pouco. Já para os problemas mais avançados e que atingem a saúde, lembre-se de manter o tratamento indicado pelo médico”, finaliza.

Fonte: Guilherme Jonas, médico angiologista e cirurgião vascular, especialista em cirurgia vascular pela SBACV (Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular). CRMMG 44020, RQE 28561, 37143. Diretor técnico da clínica Angiomais em Belo Horizonte MG.

Artigo anteriorProjeto social procura voluntários para atendimento online a população de baixa renda
Próximo artigoCrise: como pequenos empreendedores podem se reinventar?
■ Jornalismo: Editor e um dos fundadores do jornal [ Brasil Agora (B.A) ] - [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 - Filiado: FENAJ & FIJ | AIN | SINAJ | Abramídia | UBI ______________________________________________________________________ ■ Publicidade & Divulgação de Notícias MKT: Diretor [ Grupo Conteúdo (GC) ] ______________________________________________________________________ ■ Advocacia: Gestor Adv. [ FJB Advocacia - Assistência Jurídica & Empresarial / Digital ] - "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE/OAB)". ______________________________________________________________________ ■ Canal 'Crítica Musical' com Felipe de Jesus (YouTube): https://www.youtube.com/channel/UCIWDiTUL9F-xlKwov43B5nQ ______________________________________________________________________ ■ Graduado: Apaixonado pela área acadêmica, Felipe de Jesus é formado em Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP), Economia (Universidade USIP), Direito/Advocacia (FACSAL/MG) , Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e C.Informação (Univ. UEMC) e atualmente cursa Engenharia de Telecomunicações & TV (F.Nossa Senhora Aparecida / EAD). ______________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ______________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]