Plataforma de streaming brasileira promove mostra de curtas-metragens peruanos

0
698

Cardume se junta ao coletivo audiovisual CINESTAMI, com apoio do Ministério da Cultura do Peru, para mostra gratuita entre os dias 26 de outubro à 15 de novembro

Assim como o Brasil, todos os países latino-americanos possuem vasta riquezas culturais. Entre eles, o Peru é um dos países mais abrangentes nesse sentido. No audiovisual, por exemplo, o país coleciona obras com potencial e qualidade para o grande público. Porém, algumas que não fazem parte do eixo mais conhecido da capital peruana acabam perdendo a visibilidade que merecem, principalmente quando se trata dos curtas-metragens.

Pensando nisso, a plataforma de streaming Cardume, especializada em curtas nacionais, se juntou com alguns parceiros de peso para incentivar a cultura peruana em território brasileiro e mostrar tais obras “escondidas” do grande público.

Juntamente com o coletivo audiovisual CINESTAMI e apoio do Ministério da Cultura do Peru, os brasileiros vão contar com a primeira edição do “Mostra de Cinema Peruano fora do eixo”. “Quando surgiu essa ideia, nosso objetivo era buscar as ‘jóias escondidas’ desse país que possui uma enorme qualidade artística. Conversamos com alguns cineastas e com os parceiros do CINESTAMI que toparam na hora essa iniciativa”, conta um dos sócios-fundadores da Cardume, Daniel Jaber.

Programação

A mostra vai reunir curtas com duração entre 2 à 20 minutos com temas variados. E no dia 7 de novembro, a partir das 16h, haverá um bate-papo especial com a participação de cineastas brasileiros e peruanos, além do crítico de cinema Emilio Bustamante (co-autor do livro “As múltiplas visões. Cinema regional peruano”). “Vamos discutir os temas, estéticas e modos de produção dos filmes programados, e refletir sobre as semelhanças e paralelos da cinematografia regional do Peru feita fora de Lima e do Brasil produzida fora do Rio de Janeiro e de São Paulo, um movimento transcendente que eles chamam de ‘Cinema fora do eixo’”, explica Luciana Damasceno, co-fundadora da Cardume.

Serviço

A programação do evento acontecerá toda online na plataforma de streaming da Cardume. Para acompanhar e saber mais informações de cada filme selecionado, além do bate-papo que acontece no dia 7 de novembro, basta acessar: cardume.tv.br/mostra-cinema-peruano/

*A mostra é gratuita para assinantes e não assinantes do serviço.

Para conhecer mais do trabalho da Cardume ou assinar, acesse: cardume.tv.br

Fontes: Daniel Jaber, sócio fundador da Cardume, Ator e estatístico. Luciana Damasceno, atriz, coreógrafa, roteirista e sócia fundadora da Cardume.

Artigo anteriorO poder dos acessórios sobre a autoestima
Próximo artigoCanta Mariana – Festival da Canção anunciará os vencedores neste sábado
Editor e fundador do Jornal Brasil Agora [BH/MG/Brasília-DF] - Ano: 2015 ________________________________________________________________________ Diretor do 'Grupo Conteúdo' - Agência de Notícias | Publicidade & Marketing Digital. Siga o Instagram e leia outras matérias e artigos no perfil:@felipe_jesusjornalista. ________________________________________________________________________ Gestor Adv. - "| FJ - Escritório de Assistência Jurídica - EAJ |". Membro: Diretoria da "Associação dos Advogados Empreendedores - (AAE-OAB/SP)" - Acesse: https://aae.org.br ________________________________________________________________________ Formado em Jornalismo pela (Faculdade - FESBH), Publicidade & Propaganda (Instituto Politécnico de São Paulo), Relações Públicas (Universidade UIB/EUA), Teólogo (Faculdade ESABI/BH-MG), Sociologia (Faculdade Polis das Artes/SP), Economia (Universidade USIP), Bacharel em Direito (Universidade - UNIESP/FACSAL-BH/MG) e Ms. em Comunicação Social: Jornalismo e Ciências da Informação (Univ. UEMC/Espanha). ________________________________________________________________________ Com larga experiência em coberturas da área de Cultura (Jornal & Assessoria de Imprensa): Shows, lançamentos de álbuns, livros e exposições de arte, trabalhou durante anos, também, fazendo coberturas e matérias na área de Economia (ao qual acabou se graduando posteriormente). Atualmente, além de editorar alguns portais de notícia no país, ser redator e administrador, escreve duas colunas semanais. Com a "Crítica Musical" (coluna que está no CulturalizaBH - Portal Uai ao qual é editor e financeiro) e a coluna "Opinião & Comportamento", que durante anos ficou no portal da RedeTV e hoje está no portal "Rondônia Digital". Desta coluna, surgiu o E-book: "Sociedade Conectada: A Influência da Internet no Cotidiano" - Ed. Escrita Certa (2019). "A escrita é a minha maior paixão" (Felipe de Jesus). ________________________________________________________________________ [ Siga o Instagram: @felipe_jesusjornalista ]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui