Como auxiliar uma pessoa que está sofrendo de overdose?

0
959

Desde março de 2020, a rotina de muitos brasileiros mudou drasticamente. A população teve que se recolher em seus lares para tentar conter o avanço do novo coronavírus. A realidade se mostrou muito mais complexa, quando unida de outros problemas já enfrentados neste país, como a dependência química. O número de usuários cresceu, e, seus familiares se viram em situações desesperadoras, sem saber como auxiliar uma pessoa que está sofrendo de overdose. 

Tomar uma decisão correta é crucial neste momento em que medidas rápidas devem ser tomadas, e o que não falta na cultura popular é informações erradas sobre como lidar com quem está tendo uma overdose. 

Preparamos uma lista de ações a serem tomadas nesta situação, então siga a leitura para desmistificar a overdose e aprender como prestar socorros a uma vítima:

5 dicas de como auxiliar uma pessoa que está sofrendo de overdose

1.Verifique se a pessoa está consciente

A overdose, diferente de como é retratada nos filmes, nem sempre é repentina. Ela pode vir em etapas, com sono excessivo, fala embaralhada, vômito, confusão mental e respiração acelerada. Chame a pessoa pelo nome e verifique se ela está consciente antes de ligar para a emergência. 

Caso esteja consciente, tente manter conversa com ela e mantenha-a em uma posição confortável.

 Caso não esteja consciente, mas esteja respirando, repouse-a na posição lateral de segurança, para, caso vomite, não haja risco de se engasgar. 

Caso esteja inconsciente e não esteja respirando, ligue para a emergência imediatamente enquanto inicia massagem cardíaca.

2.Mantenha a vigilância por algumas horas

Cada substância química reage de um jeito no organismo, por isso, o processo da overdose pode ser imediato, com convulsões e desmaio, até falência múltipla dos órgãos, como pode levar horas, como é o caso de pessoas que tomam remédios e vão dormir, e têm overdose durante o sono. 

É importante notar que, quando se fala sobre substância química, não se limita somente às substâncias ilegais. Observe o comportamento de familiares que tomam remédios com prescrição médica e fazem uso de bebida alcóolica pois essa combinação pode se tornar uma overdose silenciosa. 

Caso tenha havido abuso das substâncias, mantenha vigilância sobre o usuário até que chegue socorro, mesmo que a pessoa esteja consciente. Não a deixe dormir para que possa monitorar suas reações e agir de acordo com a necessidade.

3.Chame a ambulância

Assim que se deparar com a situação de overdose, chame a ambulância. Conte todos os detalhes para os paramédicos, como o tipo de substância utilizada, a dosagem, se souber, e o horário. Não esconda nenhum dado para que possam administrar o medicamento de forma precisa, e iniciar o tratamento sem tempo a perder.

4. Não induza o vômito nem oferece alimentos ou bebida para ingerir

A reação mais perigosa e a mais comum ao se deparar com overdose é tentar fazer o usuário vomitar a substância. Essa atitude pode colocar a vida da vítima em risco, portanto, não deve ser feita nunca. Também não ofereça alimentos e bebidas para ingestão, pois a combinação pode piorar a condição, além de poder causar vômito e asfixia. O melhor a fazer é encaminhar direto para o hospital.

5.Prevenção

Segundo a ONU, 200 mil pessoas morrem ao ano por consumo de drogas. A overdose é muito perigosa, e por isso a melhor forma de lidar com esta situação é tentar evitá-la ao máximo. No site Viver Sem Drogas há informações de como lidar com a dependência química e impedir mais vítimas destas substâncias letais.

A informação é o único caminho para que a dependência química seja vista como uma questão de saúde pública, e seja tratada de tal forma. Saber como auxiliar uma pessoa que está sofrendo de overdose pode salvar muitas vidas.

Quantas dessas dicas você já conhecia? Conte para a gente nos comentários!